Alicate de Cutícula Mundial Colors

A retirada das cutículas é um hábito brasileiro. Tanto que é quase impossível encontrar alicates afiados no exterior. Quando morei fora levei os meus. Sim “os” pois não há onde afiá-los lá fora. E sempre que vinha ao Brasil não esquecia de trazê-los para afiar.

Abandonar um hábito não é nada fácil. Não aprendi em nenhum blog ou na net a não tirar as cutículas. Simplesmente não se pode tirar aquilo que não existe. rsrsrs Brinks… Tenho cutículas sim. Enooormes… Mas nos dedinhos mindinhos dos pés. É… Parece que todas se reuniram ali já que se não tirá-las são capazes de “engolir” a unha até a metade. Nas mãos raramente preciso tirá-las e quando o faço não uso alicate, mas esse “aparador” que mostrei aqui.

Existem pessoas que simplesmente acostumaram com a retirada e para isso precisam de um bom alicate. A Mundial fabrica alicates há 50 anos. Até lançou uma edição especial que vem com um pingente de coração. E criou também a linha Colors, onde obviamente os alicates são coloridos. Eles podem ser encontrados nas cores amarelo, rosa, azul e roxo. Advinhem qual a cor do meu? Não… não é azul Gentchi… É lilás – não chamaria de roxo – cor do fundo do blog.

Alicate Mundial P1140731

Um bom alicate se for bem cuidado durará anos. E aprendi com o “Tio” que afia alicates que não se deve guardá-lo “fechado” – com as lâminas encostadas – pois ajuda a “cegá-lo”. Por isso uso essa capinha simples e baratinha para proteger a ponta e o corte. Outra coisa que garante longa vida é nunca deixá-lo cair no chão. Além de amassar a pontinha pode “desalinhar” as lâminas.

capa-para-alicate-de-cutículas SAM_5181

Depois de “vestir” o alicate é só fechar o botão:

capa-para-alicate-de-cutículas SAM_5183

Adorei a ideia do alicate colorido pois sendo objeto de uso individual ajuda a identificar facilmente em casa qual é o de cada pessoa. Sou chatinha mesmo. Não divido alicate, tesoura, cortador, lixas ou palitos de laranjeira nem com a família. #enjoadaessacriatura kkk Aprendi com a minha mãe que é tão cuidadosa com higiene que às vezes brincamos para ela não exagerar nos hábitos pois ninguém “fica para semente”.

Nem preciso repetir que ao fazer “aszunhas” no salão o alicate TEM que estar incluido no kit que se leva ao salão. Assim como as lixas e o palito de laranjeira. Quem faz as unhas dos pés aconselho também levar os separadores de dedos. O espaço entre os dedos é um dos lugares favoritos das micoses. Você não vai querer um separador de dedos que acabou de sair quentinho de pés com micose entre seus dedos, vai?

Uma “listinha” – baseada na entrevista do médico infectologista Dr. Moacir Jucá ao blog Alvoroçadas  – dos “brindes indesejáveis” que podem ser “adquiridos” em salões com higiene duvidosa:

“Alicate – É o maior responsável pela transmissão de doenças como a Hepatite C e de infecções por bactérias, fungos e outros vírus, como o da verruga. Já o risco de se contaminar com o vírus da AIDS é baixo, porque ele não resiste muito tempo vivo fora do corpo.

Bacias e potes – A água quente usada para amolecer a cutícula ajuda na proliferação de fungos. Por isso, compartilhar bacias de pé e mão é contra-indicado. A manicure deve amolecer a cutícula com algodão úmido.

Lixa de pé – Se ela foi passada no pé de alguém com micose, a próxima cliente do salão pode ser vitima dos fungos.

Lixa de unha – Também pode transmitir micoses. A unha esfarinha e fica esbranquiçada.

Palitos de unha – Como são de madeira, não se costuma esterilizá-los. Por isso, são fonte de fungos que podem transmitir doenças à pele.”

Quem quiser saber mais algumas dicas de como se proteger de possíveis doenças transmitidas em salões de beleza basta clicar aqui.

Anúncios

7 Comentários (+adicionar seu?)

  1. lucianaalbernoz
    nov 23, 2013 @ 14:49:17

    Ótimo post Lizzie, bem, NUNCA usei um alicate de unhas na vida né, pois nunca tirei uma cutícula sequer. Não sabia que no exterior não se encontra onde afiar alicates… 😮

    Responder

    • esmaltesempre
      nov 23, 2013 @ 23:23:21

      Obrigada querida.
      Afiar é um “trabalho artesanal” e os gringos são muito do “faça você mesmo”. Então não se encontra um profissional como aqui, que geralmente é o chaveiro e “amolador” de tesouras ou alicates. Lá fora os poucos alicates que encontrei eram sempre “cegos”. Acredito que quando perdem o “fio” as gringas jogam fora e compram outro. Além de serem difíceis de encontrar e “cegos” são caros pela péssima qualidade. 😦

      Bjsss.

      Responder

  2. Eda Puertas
    nov 23, 2013 @ 23:41:12

    Excelente post! Não sabia, mas já imaginava que não havia onde afiar alicates na “gringália”. Mas e as facas? Usam facas cegas??? É possível afiar em casa mas não é a mesma coisa.
    Não consigo ficar sem tirar cutículas mas posso dizer que, ao longo desses três anos sem frequentar manicures, elas diminuíram muito. Mantenho meus alicates sempre afiadíssimos (alicate cego é “bife” na certa) e os pés, só faço em locais com esterilização por autoclave. Bjs

    Responder

    • esmaltesempre
      nov 23, 2013 @ 23:59:10

      Obrigada! Um pouquinho de informação sempre é útil, né? 🙂
      As “migues” americanas compravam novas e deixavam de lado as sem corte. Mas sinceramente tenho algumas que trouxe de fora e que se mantém afiadas. Enquanto outras nacionais mais novas – Tramontina – já estão “ceguetas”. rsrsrs

      Bjsss.

      Responder

  3. Pri
    nov 24, 2013 @ 09:52:55

    Oi Lizzie,
    Nossa, não imaginava esta dificuldade de encontrar alicate de cutícula no exterior…
    Mais uma coisa que eu aprendi no seu blog!
    Fiquei com vontade do alicate coloridinho da Mundial! Muito fofo!
    Eu tenho dois, um que veio num estojinho que ganhei quando era bem novinha, e que perdeu a afiação faz muito tempo, e um que comprei há quase 10 anos atrás, da Mundial. Ele é realmente muito bom, e está afiado até hoje. Eu sempre usei para tirar as pelinhas rebeldes, e pouquíssimas vezes pra tirar as cutículas. Eu também tenho uma cutícula mais grossa no dedinho do pé e, de vez em quando, tiro ela com o alicate, pra ter unha para pintar! rs
    Faz muito tempo que não faço as unhas em salão, mas gostei das dicas sobre os instrumentos de manicure. Todo o cuidado é pouco para fugir de fungos e bactérias.
    Espero que essa moda de manter as cutículas pegue de vez. Um dos motivos pra não querer mais fazer unha em salão é que as manicures, em geral, não respeitam o desejo da cliente de não tirar a cutícula. E outro: adoro fazer as minhas próprias unhas em casa, quando quero!
    Bjs

    Responder

    • esmaltesempre
      nov 25, 2013 @ 12:21:55

      Oi Pri!

      É super difícil porque as gringas fazem “aszunhas” diferente das brasileiras. hehehe Ainda bem que agora imitamos a hábito saudável delas de não tirar a cutícula.
      Saber que seu dedinho também tem super cutícula me fez sentir melhor. rsrsrs Achava que só eu e a minha mãe tínhamos esse “dedinho de ET”. kkk
      Minha sister sofre na mão das manicures. Algumas tinham a mão tão pesada que ao empurrar a cutícula marcavam a unha. 😦

      Bjsss.

      Responder

  4. Barbara
    nov 24, 2013 @ 23:02:18

    Post excelente ,informativo ,pois não sabia desta dificuldade de afiar alicates lá fora nos gringos….também não abandonei o uso do alicate,mas só tiro os excessos de cutícula que ficam na lateral e embaixo da unha pq fui agraciada pela bondade divina de ter elas bem fininhas que nem preciso retirar a bordinha de cima … 😀 ,porém ficam assim a custo de uma boa hidratação……achei lindo esses alicates coloridos da mundial vou atrás de um lilasinho como o seu ou um rosinha pq já estou precisando de outro o meu tá é”veio” ….. kkkkkkkkk!!!!! Beijosss

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos