Esmalte Sempre – Pés e Mãos (10)

Os esmaltes duochromes podem ser os mais difíceis de combinar. Mas também não é tão complicado assim. Quem gosta de um estilo mais discreto, pode usar com nude nos pés. Ou com outro tom neutro. Como sou chegada numa cor, escolhi o Slate Blue da Artdeco, que é um azul com fundo cinza, para combinar com o Chameleon que mostrei aqui no Esmalte Sempre. Estava doida para usar, então fiz os pés com ele. Uma camada de base e uma camadinha apenas do Slate. Ele é menos azul e tem mais cinza do que aparece na foto. Achei que é quase um clone do Gray by Gray da Sally Hansen. A foto de hoje está sob a luz fraca de um dia nublado. Acho que por isso está mais azul do que cinza. Se estivesse sob a luz intensa do sol, estaria mostrando mais o cinza.

DSCN6841 Chameleon Mão Slate Blue Pé 1

Quem quiser uma combinação mais discreta, tomando como exemplo um duochrome que tenha as cores do Chameleon, pode usar um lilás. Se preferir algo mais intenso, um roxo fechado. Ou um verde água se quiser ser moderna sem chocar.

Anúncios

Esmalte Blue Sky – Scherer (CQ Chameleon)

Hoje preferi atrasar o post para conseguir fotos dignas. O Blue Sky da linha Chameleon é super duochrome, multichrome, “superchrome”… “Tudo de bom chrome”. Espia só:

Chameleon Vidro

Recuperadas do desmaio? rsrsrs Ele é fabricado pela CQ nos Estados Unidos. Antes que todo mundo se impressione com o nome “Scherer”, ele é um esmalte vendido em farmácias – nessas horas dá tristeza pensar nos esmaltes nacionais, não? – e não é “grifado” apesar da beleza e da qualidade. Estou apaixonada e vou fugir com ele para um lugar com muito sol. “Cabô” o post de hoje, ok?  😉

Chameleon Unhas e Vidro 1

Usei o Black Lingerie da Revlon como base (2 camadas) e uma única camada do Blue Sky. Sem top coat. Hiper gostoso e fácil de passar. Desliza sobre as unhas muito fácil. O acabamento não é “gloss”. Ele é na verdade indescritível. Nunca usei um esmalte multichrome que fosse “fosco”. Acho que vocês entenderam: não é brilhoso, mas tem brilho – a sem noção – rsrsrs. Ele reflete tons de roxo, verde e prata. Um aviso final, o Esmalte Sempre só volta quando o Blue Sky descascar todinho e não restar nem sinal dele, tá?  😀 Não tenho coragem de tirar uma maravilha dessa. “Vamo pra” praia lindo. Quem se importa de ir à praia com frio? Até que fosse de casaco o lindão estaria se exibindo para todo mundo. kkk

Esmalte Hippie Rua (Impala Novo70) + Kryptium (Big Universo)

Hoje vocês não veriam o Kryptium sem a “colaboração” do meu pai. Ganhei toda a coleção Quantum dele. 😀 Como estava doida para experimentar, usei o Hippie Rua, que ainda não tinha usado, com o duochrome. O Hippie Rua é um azul super fechado. E nunca tinha visto um Impala com tanto brilho. Parecia que tinha passado InstaDri. Cobriu bem com duas camadas. Hoje também estou usando uma nova base. É a Miracle Thickener da Sally Hansen.

Clique para ver maior

O Kryptium exige habilidade para não deixar marcas do pincel. Evitei ao máximo passar o pincel mais de uma vez. Deixei bem “ensopado” de esmalte e fiz a única camada de uma vez só. No indicador passei mais de uma vez o pincel e ficou com bastante marcas. Então nas outras passei de uma vez só. Diminuiu muito as marcas. Ele fica na maior parte do tempo como um cintilante verde. A foto que ele está diretamente sob o sol mostra bem isso. Na luz artificial é que o duochrome se mostra melhor (primeira foto da colagem). Nenhum esmalte do post é hipoalergênico, ok? Nusss, lixei demais “aszunhas”. Tão uns cotocos tadinhas.

Esmalte Ki – Zoya

Desde o final do ano passado comecei a ter uma vontade incontrolável de usar duochromes. Na minha listinha, junto com o Adina, estava o Ki. Eles são cores de coleções diferentes e bem antigas. O Ki é da Coleção Suede do Outono de 2004 -#tenso será que “aszunha” vão cair??? – e o Adina é da Coleção Reverie da Primavera 2010. Por isso achei que seria mais fácil ter o Adina do que o Ki. “Se enganei”, pois vocês leram o post de ontem e sabem que o Adina esgotou e a vendedora me mandou o Charla. Chega de mimimi… vamos às fotos. Os esmaltes Zoya são Big3 Free e sem cânfora, ok?

Clique para aumentar

 

Claaaro que o sol sumiu e não consegui mostrar direito o duochrome do Ki. Mas vamos lá… ele varia entre roxo, com glow rosa, verde ou levemente dourado. A maior parte do tempo é roxo com leve glow rosa. Super fácil de passar, ótima cobertura. Usei duas camadas sobre uma camada da base Ridgefiller da Orly. Para acelerar a secagem usei o Spray Secante Com Óleo de Orquídea da Risqué. Ui… congelei os dedos. Coisa horrível esse clima gelado. Não achei que demorou para secar. Foi normal. No dia das fotos, segundo dia de uso, a pontinha estava desgastada no indicador. Mas depois se manteve igual, sem desgatar. E vocês? Gostam de duochromes ou acham “muita informação”?

Próxima Entradas mais recentes

Arquivos